Será que estou a praticar Mindfulness?

Faz Scroll

Esta é uma das perguntas que frequentemente me fazem, aliás, foi uma pergunta que fiz a mim mesma durante bastante tempo.

Quando praticamos Mindfulness estamos a prestar atenção de propósito, no momento presente (aqui, agora) e sem julgamentos.

Muitas vezes parece que a nossa mente tem vida própria e não assumimos a liderança sobre ela. Não temos nenhuma intenção ou nenhum propósito para a nossa mente e os nossos pensamentos.

Em Mindfulness, o propósito (e intenção) é chave. Temos a intenção e o propósito de experienciarmos por inteiro, sendo ela a nossa respiração, uma certa emoção, uma acção específica ou uma parte do nosso corpo.

E como o podemos experienciar então?

 

AQUI ESTÁ UM EXERCÍCIO PARA EXPERENCIARES MINDFULNESS

Para um iniciante na prática de Mindfulness, começar logo com meditações pode tornar-se demasiado desafiante manter a mente tranquila e ao sentirmos a isso podemos acabar por desistir.

Este exercício pode ser facilmente feito em três curtos minutos, é dividido em três secções, uma por minuto, e funciona da seguinte maneira:

Durante o primeiro minuto respondemos à pergunta “como me sinto agora?”

Enquanto te concentras nos sentimentos, vai durante 1 minuto deixando fluir e observando os pensamentos e sensações que surgem.

No segundo minuto passas a observar e teres consciência na tua respiração. Simplesmente coloca a tua atenção num local onde sintas o ar a passar, pode ser numa determinada área da tua boca ou na ponta do teu nariz.

Simplesmente coloca lá a atenção durante um minuto e limita-te a observar.

O último minuto é usado para uma expansão da atenção na respiração, simplesmente coloca a tua atenção no interior do teu corpo e observa o que acontece quando inspiras e expiras.

Calmamente repara em todas as novas sensações que aparecem e como elas se espalham pelo resto do teu corpo.

 

LEMBRA-TE

Este é um exercício que pode ser bastante transformador e que apesar de simples ainda assim os pensamentos podem aparecer.

Ao acontecer o que se pretende não é bloqueá-los, mas sim deixá-los entrar na tua mente e depois simplesmente observa-los e vê-los a desaparecerem .

Esse é o segredo, simplesmente observar e está tudo bem.

Boas práticas,

Mikaela Oven

 

Se achaste este artigo útil, partilha-o livremente com outras pessoas nas redes sociais, pode ser que elas também gostem deste tema.

 

Comentários